Segurança de barragem é discutida em Alto Horizonte

A SEGURANÇA DA BARRAGEM DE REJEITOS VIROU ALVO DE DISCUSSÕES EM ALTO HORIZONTE DEPOIS DA TRAGÉDIA EM BRUMADINHO. MINERAÇÃO MARACÁ GARANTE QUE A BARRAGEM NÃO OFERECE RISCOS

Reportagem: Sybelle Angela

Alto Horizonte começou a temer o rompimento da barragem de rejeitos da Mineração Maracá ao acompanhar a tragédia de Brumadinho, a segunda barragem da mineradora Vale a se romper em três anos, provocando mortes e danos ambientais irreparáveis.

O temor de que algo semelhante possa acontecer em Alto Horizonte, levou Ministério Público, Prefeitura e Câmara Municipal a solicitarem da mineradora, explicações técnicas e documentos que possam garantir a segurança da barragem de rejeitos, da mina Chapada, que fica em uma área bem próxima a cidade.

As explicações técnicas sobre o nível de segurança da barragem foram dadas por funcionários da mineradora, especialistas no assunto. O encontro dos profissionais da mineração, com representes do Ministério Público e dos poderes Executivo e Legislativo aconteceu na Câmara Municipal. Também participaram, estudantes do curso de Mineração, habitantes de áreas rurais próximas a mina e moradores da cidade.

Barragem de Alto Horizonte tem estrutura diferente das de Brumadinho e de Mariana 

O nível de segurança oferecido pela mineradora em relação a barragem de rejeitos foi amplamente discutido na reunião. Um dos pontos mais destacados foi a diferença dos métodos construtivos das barragens de rejeitos da Vale que se romperam em relação a barragem da mina Chapada. Engenheiros da Mineração Maracá explicaram que o método construtivo “a montante”, o mesmo utilizado pela Vale nas barragens que se romperam, Fundão (Mariana) e Córrego do Feijão (Brumadinho), utiliza o próprio rejeito para formar a estrutura da barragem. “Nesse método você vai construir o maciço em cima de um material que você vai ter pouco, ou nenhum controle de compactação e de umidade, e esses são parâmetros extremamente importantes para a estabilidade da barragem”, explicou o gerente regional de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Comunidades da mineradora, Guilherme Araújo. De acordo com ele, este é o método construtivo mais barato, porém o menos seguro.

O método construtivo de barragem de rejeitos utilizado pela Mineração Maracá é o “de linha de centro”. “Nesse método, a parede da barragem é construída com material grosseiro e eu tenho todos os controles de compactação e de umidade, além de testes de liquefação”, explicou Guilherme Araújo. (A reportagem continua abaixo do vídeo)


VEJA NO VÍDEO, EXPLICAÇÃO DETALHADA SOBRE TIPOS DE BARRAGENS

Guilherme Araújo destacou ainda os controles implementados pela mineradora para garantir a segurança da barragem. “Temos um sistema robusto de gestão da nossa barragem, que minimizam qualquer risco de rompimento”, garantiu.

Sobre a classificação de risco da barragem, o gerente desmentiu boatos que circularam em redes sociais. De acordo com ele, ao contrário do que afirmaram os boatos, a classificação de risco da barragem de rejeitos da mineradora é baixo.

As categorias de risco das barragens de rejeitos seguem normas regidas por portaria do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), subordinado a Agência Nacional de Mineração (ANM). A classificação é feita a partir da análise de uma série de quesitos técnicos, de controles operacionais e do plano de atendimento de emergência. Por meio destas análises, a classificação de risco de uma barragem de rejeitos pode ser alta, média ou baixa. A barragem da mina Chapada foi classificada com baixo potencial de risco, porém com alto potencial de danos. Isso porque os rejeitos da barragem são bem mais sólidos e volumosos e um acidente poderia causar danos ambientais maiores e risco a vida em altas proporções.    

Simulados preparam funcionários e vizinhos da barragem para situações de emergência

Embora garanta que a barragem é segura, a mineradora afirma que cumpre todos os protocolos legais de segurança, como a realização de simulados. As simulações de acidentes envolvendo a barragem, servem para treinar funcionários da Maracá e vizinhos da mina a adotarem procedimentos corretos em situações de emergência.

Ainda seguindo o protocolo de segurança, a Maracá anunciou investimentos de mais de R$ 3 milhões na compra de novos equipamentos. O gerente geral da mineradora, Daniel Daher explicou que esses recursos foram aplicados na aquisição de sirenes de longo alcance, que servem para emitir alertas emergenciais aos funcionários e vizinhos da mina, além de outros equipamentos que vão garantir ainda mais precisão no monitoramento da barragem. De acordo com Daher, todos serão instalados até o final desse ano.

Daniel Daher destacou a importância da reunião e disse que ser transparente com a comunidade é uma preocupação muito grande da mineradora. Ele também anunciou a volta do programa “Portas Abertas”, que terá duração de três semanas. “Vamos organizar excursões e mostraremos a comunidade, especialmente aos vizinhos que estão a jusante da barragem como é feito todo o nosso controle de segurança, para que eles tenham mais tranquilidade. Nesse momento de desconfiança no País, queremos que a transparência da Maracá seja ainda maior”, afirmou Daher.



VEJA NO VÍDEO, DANIEL DAHER FALA SOBRE O “PORTAS ABERTAS”

Ministério público fará fiscalização preventiva

Em entrevista ao Correio Popular, a promotora de justiça de Alto Horizonte, Ana Luísa Monteiro Sousa, também presente à reunião explicou que o Ministério Público instaurou processo administrativo, com o objetivo de verificar se a documentação da mineradora atende as exigências legais e também se a fiscalização por parte dos órgãos competentes está em dia.

Sobre os resultados da reunião, a promotora avaliou como positivos. “Eu acho que foi muito importante esta ação. Foi um contato inicial com a população, um esclarecimento nesse momento de grande comoção, mas de qualquer forma o Ministério Público vai aprofundar na questão” disse.

VEJA NO VÍDEO, PROMOTORA DE JUSTIÇA DESTACA PAPEL FISCALIZADOR DO MP

Prefeito e vereadores querem garantias de segurança

O prefeito de Alto Horizonte, Luiz Borges da Cruz (cabo Borges), disse que o objetivo de convocar a reunião foi o de tomar medidas preventivas em relação a segurança da barragem de rejeitos da Maracá. “Por mais segurança que há, sabemos que nunca é demais, porque acidente é algo que não está previsto para acontecer, se não, não seria acidente. Reuniões como esta servem para a gente se prevenir, se conectar e para despertar o sentimento da necessidade de segurança em todos nós e também em todas as equipes da mineradora”, destacou o prefeito.

VEJA NO VÍDEO: BORGES DESTACA IMPORTÂNCIA DA MINERADORA, MAS RESSALTA MEDO

O presidente da Câmara Municipal de Alto Horizonte, Edmar Ramos disse que a barragem de rejeitos da Maracá passou a ser uma preocupação de todos em Alto Horizonte. Segundo ele, é dever do legislativo buscar informações que possam assegurar que as tragédias de Mariana e Brumadinho não se repitam.

Já o presidente da Comissão Permanente do Meio Ambiente da Câmara Municipal de Alto Horizonte, vereador Waltemy Gomides, disse que encaminhou a Mineração Maracá, ofício que solicita dados que possam comprovar a segurança da barragem de rejeitos para que possam ser assegurados o bem-estar da comunidade e da preservação do Meio Ambiente. O vereador também garantiu que a comissão está sempre vigilante, no sentido de cumprir seu principal papel de preservar os recursos naturais do município.    

VEJA NO VÍDEO, VEREADORES ENCAMINHAM OFÍCIO SOLICITANDO INFORMAÇÕES SOBRE BARRAGEM

 

LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO

Brasil tem 88 barragens “a montante”https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/01/31/brasil-tem-88-barragens-do-tipo-a-montante-ou-desconhecido-metade-com-alto-potencial-de-dano-diz-agencia.ghtml

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s